Ao desenvolver tal habilidade, adquirimos maior facilidade para abrir conversas, ouvir o outro sem julgamentos, analisar e ponderar outros pontos de vista.

Fui convidada, pelo coordenador da ESPM, para falar sobre o conceito de inteligência emocional para uma turma de calouros.  Para transmitir os ensinamentos de uma forma mais lúdica e dinâmica, tive a ideia de convidar o mágico Ramón Amaral (@ramonamaraloficial) para fazer uma participação especial na minha aula.

Ele já recebeu o prêmio de melhor mágico do Brasil e tornou-se um ícone internacional no que se refere à habilidade de pickpocket, ensinando as pessoas a se protegerem de batedores de carteira. Atualmente, ministra cursos para grandes corporações sobre segurança pessoal e, em seus shows, surpreende retirando relógios e carteiras de alguns participantes sem que ninguém perceba os furtos. Minutos depois dessa ousada iniciativa, quando ele finalmente exibe os objetos para o público, todos ficam boquiabertos por terem sido furtados sem notar. Ramón selou o encontro com muito talento e criatividade e os alunos o aplaudiram de pé.

Leia o artigo completo no Meio & Mensagem.